Coceira no ouvido, o que pode ser? Conheça as causas

Compartilhe

A coceira no ouvido é muito comum e causa bastante incômodo. Sua origem pode vir desde causas alérgicas até doenças pré-existentes. Saiba como tratar.

COCEIRA NO OUVIDO, O QUE PODE SER?

A coceira no ouvido é algo comum e que causa muito incômodo para quem sofre com ela.

Coceira no ouvido

A principal causa da coceira no ouvido é a própria manipulação da região com o dedo ou objetos como os cotonetes. O problema é que o ato de ficar coçando o ouvido dessa forma pode ser perigoso para o canal auditivo.

Para saber qual tratamento fazer para eliminar a coceira, precisa conhecer a causa que está originando o problema.

Por isso, a seguir separamos aqui as principais causas da coceira constante no ouvido.

O QUE CAUSA COCEIRA NO OUVIDO?

De fatores mais simples a fatores mais complexos, é importante identificar a causa da coceira constante no ouvido para a realização do tratamento correto.

1- Baixa produção de cera

A cera do ouvido é lubrificante para a orelha, se não houver a produção correta do cerume acaba ressecando a pele do ouvido, causando coceiras.

2- Fungos e bactérias

As orelhas são uma parte exposta do corpo humano, por isso acabam sendo suscetíveis a sujeiras e outros elementos com muita facilidade.

Por exemplo, quando estamos com a mão suja e sem perceber levamos ao ouvido, pode ocorrer uma infecção por bactérias na região.

Ou então, quando damos um mergulho na piscina e a região do ouvido fica úmida por muito tempo, isso pode levar a proliferação de fungos, que causam as coceiras.

3- Otite externa

A otite externa se trata de uma inflamação no ouvido externo que pode causar dor e coceira no ouvido, além de vermelhidão na região e febre.

A otite é uma doença perigosa que se não tratada pode levar a perda auditiva, sendo então necessário o uso de aparelhos auditivos para recuperar a qualidade de audição.

4- Uso de hastes flexíveis (cotonetes)

Você sabia que os cotonetes prejudicam a audição? Pois é, além disso, eles são um dos causadores da coceira no ouvido.

O problema do uso das hastes flexíveis é que o problema não para na coceira, elas podem perfurar alguma estrutura importante do canal auditivo como por exemplo o tímpano.

5- Dermatite no ouvido

A dermatite é uma doença alérgica que causa irritação, coceira e vermelhidão na pele. Ela pode ocorrer no canal auditivo, causando a coceira incomodativa no ouvido.

Por se tratar de uma condição alérgica, é importante buscar as causas da alergia para evitar os sintomas.

6- Psoríase

A psoríase é uma doença de pele causada por uma resposta autoimune. ela costuma causar muita coceira, irritação e vermelhidão na pele, ressecamento e rachaduras.

Logo, pode atingir os ouvidos também.

TRATAMENTOS PARA COCEIRA NO OUVIDO

O tratamento é feito de acordo com a origem do problema. Não existem especificamente remédios para coceira no ouvido,a opção é tratar a causa para que o sintoma de coceira seja aliviado.

No caso de pessoas com otite externa, é recomendado consultar um médico Otorrinolaringologista para tratar a doença. Assim como no caso de baixa produção de cera, o especialista pode identificar a causa para iniciar um tratamento assertivo.

Em alguns casos é necessário a aplicação de antibióticos ou antifúngicos para eliminar as bactérias e fungos presentes no ouvido.

Para as pessoas que sofrem com alergias, é possível o uso de anti-histamínicos, associados ou não a alguma pomada antialérgica.

É importante ressaltar a importância da higienização correta das orelhas, sem o uso de objetos perigosos.

QUANDO A COCEIRA NO OUVIDO É PREOCUPANTE?

A coceira por si só não costuma ser sintoma de coisas mais graves, mas é preciso estar atento ao surgimento de outros sintomas como sangramento do ouvido, dor intensa, vazamento de líquido e perda da qualidade de audição.

Nesses casos, procure um médico com urgência para diagnosticar possíveis problemas maiores.

Entusiasta da alimentação saudavel, adoro ler e escrever. Atuo como redator e compartilho meus conhecimentos com o Receita Fit

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *